Victor
Kingma
header
header
Facebook
Visitante nº: 10841
< Voltar

National Kid, herói de uma geração

Naquele tempo era assim…

nacionalkidDe meados da década de sessenta até o início dos anos setenta, as Tv´s Rio canal 13, do Rio de Janeiro e Record, canal 7, de São Paulo, transmitiam para todo o Brasil o seriado National Kid, que se tornou uma febre entre a garotada.

Criado por encomenda da empresa japonesa National Eletronics, mais tarde Panasonic, para divulgar sua linha de produtos, o personagem deveria ter poderes especiais, voar e lutar pela paz no mundo.

E assim surgiu o super herói, oriundo da galáxia de Andrômeda.

Quando o pacato professor Massao Hata se transformava em National Kid, com sua roupa espacial, capacete, luvas e máscara, a garotada delirava.

E vibrava com suas batalhas memoráveis contra os invasores de outras galáxias ou planetas, como os “seres abissais” ou os “incas venusianos.”

Suas lutas contra os terríveis adversários tornaram National Kid o percussor na utilização de artes marciais em seriados na TV, hoje tão comuns nos filmes do gênero.

O seriado sempre começava com o locutor anunciando:

“Mais rápido que os aviões a jato, mais forte que o aço!

O invencível super herói, cavaleiro da paz e da justiça…

National Kid.”

E logo a seguir entrava a música tema do seriado.

A série ficou no ar por quase uma década, até o início dos anos setenta, quando chegou a ser transmitida pela recém inaugurada, TV Globo, Canal 4. Todos que vivenciaram aqueles tempos, quando a televisão no Brasil ainda era em preto e branco, devem se lembrar, com saudade, daquele personagem marcante, tão importante no entretenimento de toda uma geração.

Victor Kingma