Victor
Kingma
header
header
Facebook
Visitante nº: 45344
.: Meus escritos

Minerim11

Minerim, o vendedor

 

Com um jornal debaixo do braço, que continha um anúncio de emprego, o minerim se apresenta para entrevista naquele shopping náutico, especializado em vender produtos do seguimento de pesca, se candidatando a uma das vagas.

Como não tinha experiência no ramo, foi logo descartado na seleção. Mostrando entretanto um surpreendente poder de persuasão, consegue convencer o gerente a deixa-lo fazer um teste por três dias.

Logo no primeiro dia, causa um alvoroço: a loja faz a maior venda do ano. Coisa jamais alcançada naquela filial.

Todos os funcionários, então, são reunidos pela chefia para que o novato vendedor lhes explicasse a estratégia para tamanho sucesso na venda:

– Eu ia vender para ele era uma vara de pescar. Mas assim que ele estava saindo da loja eu o chamei de volta e falei:

– Moço, já que ocê comprou a vara, leve também uns anzóis de reserva. Vá lá que perca algum. Vendidos os anzóis, perguntei:

– Em qual rio ocê vai pescar? Por que não aproveita e compra também um barco?

Como ele falou que ia pescar era no mar, vi que o home tinha muita grana, e não podia perder a oportunidade:

E vendi aquela lancha pra ele.

Aí, como ele não tinha como transportar aquele trem pesado até o cais,  convenci o moço a comprar o reboque também.

E o gerente, incrédulo:

– Parabéns, mineiro! Você é um fenômeno de vendas! O cara vem comprar uma vara de pescar e você acaba vendendo até uma lancha.

– Na verdade ele nem ia comprar nada!    Estava  é    brigando com o pessoal no bar, do outro lado da  rua,  porque seu time tinha perdido de 4 x 0.

Aquilo ia acabar em morte! Aí eu atravessei a rua e disse pra ele:

Ocê vai acabar tendo um infarto  por causa desse futebol, amigo! – Já imaginou quando chegar no seu bairro? Aí que a  gozação vai ser pior ainda.

– Porque não aproveita o resto do fim de semana pra esfriar a cabeça:

VAI PESCAR, MOÇO!

 

 

abraço

 

 

 

 

 

 

 

Poema ao abraço

Quando me abraças

Diminuis minha agonia

Revigoras minha alma

Minha angustia distancia

Tudo se acalma

A vida muda de repente

Simplesmente…

Quando me enlaças

 

Victor Kingma