Victor
Kingma
header
header
Facebook
Visitante nº: 61202
< Voltar

Anos 60, o auge dos Faroestes Italianos

Naquele tempo era assim…

good-the-bad-and-the-ugly-PB-corte

O Western ou faroeste é um gênero cinematográfico muito apreciado no mundo todo.  Todos aqueles que, como eu, apreciam esse tipo de filme, com certeza se lembram dos famosos clássicos do gênero produzidos pelos cineastas italianos e que tanto sucesso fizeram no início dos anos 60.

Tudo começou em 1964 com o lançamento do filme “Por Um Punhado de Dólares”, estrelado por Clint Eastwood. O sucesso foi tanto que no ano seguinte o mesmo diretor, Sergio Leone, lançaria “Por Uns Dólares a Mais”, seguindo a trilha do filme anterior.

Em 1965 estreava nas telas dois grandes clássicos “O Dólar Furado”    e “Uma Pistola para Ringo” ambos com Giuliano Gemma, que adotou o nome artístico de Montgomery Wood, no papel principal.

No ano seguinte era lançado outro campeão de bilheteria, “Django”, protagonizado pelo ator Franco Nero. O sucesso dos filmes que contavam a saga dos pistoleiros e justiceiros Ringo e Django foi tanto que vários outros filmes foram lançados em série, com os mesmos atores nos seus respectivos papeis.

Os faroestes italianos viraram uma febre na época e enchiam os cinemas em toda parte do mundo.

Em 1966 foi filmado, talvez, o maior sucesso de todos, “Três Homens em Conflito”, lançado nos Estados Unidos como “The Good, The Bad, and The Ugle” estrelado por Clint Eastwood, Lee Van Cleef e Eli Walach. Conta a história de três pistoleiros, “O Bom, O Mau e O Feio” (foto) que partem em busca de um tesouro escondido num cemitério. O problema é que cada um deles sabia apenas parte do segredo para encontrá-lo e ninguém estava disposto a dividi-lo.

Ainda hoje, muito desses filmes podem ser encontrados nas locadoras. Vale a pena conferir, não só pelos filmes que são ótimos, mas, também pela beleza das trilhas sonoras, algumas delas verdadeiras obras primas.

Victor Kingma