Victor
Kingma
header
header
Facebook
Visitante nº: 13546
< Voltar

A origem da maratona

 

Quando estamos com a vida muita agitada, com vários compromissos ao mesmo tempo, costumamos dizer, no popular, que estamos em uma marMARATONA-DE-LONDRESatona, ou seja, numa correria danada.

A origem do termo maratona vem do ano 490 a.C, durante a Batalha de Maratona, entre gregos e persas.

Segundo a lenda, os gregos estavam perdendo a guerra. Comandados por Dario, os persas avançavam seu exército, vindos do Mar Egeu, em direção à cidade de Maratona. Milcíades, o comandante grego, chamou, então, o seu valente soldado Fidípedes, que também era ótimo corredor, e o ordenou para sair em busca de reforços, de cidade em cidade até chegar a Atenas, a quarenta quilômetros de distância. Fidípedes voltou com dez mil soldados e os gregos venceram a batalha, matando 6.400 persas.

Entusiasmado com a vitória, Milcíades pediu que Fidípedes fosse novamente até Atenas informar ao povo que tinham vencido a batalha.  Eufórico, o valente guerreiro percorreu toda a distância correndo. Quando chegou a Atenas só teve forças para dizer uma palavra: “Vencemos”! E caiu morto.

Em 1896, durante os primeiros Jogos olímpicos da era moderna, o herói grego foi homenageado com a criação da prova, uma corrida de 40 quilômetros, a mesma distância que separava as cidades de Maratona e Atenas.

Nos Jogos Olímpicos de Londres, em 1908, para que a família real britânica pudesse assistir ao início da prova do jardim do Palácio de Windsor, o comitê organizador estipulou a distância de 42.195 metros, que passou a ser o percurso oficial a ser percorrido pelos maratonistas.

Foto: chegada da maratona de Londres, nos Jogos Olimpicos de 1908

 

Victor Kingma